Artigos

Como aumentar minha renda: confira dicas!

Tempo estimado de leitura:
3
minuto(s)

Para alcançar algumas metas, além de economizar , muitas vezes é preciso também pensar em formas de conseguir uma renda exta, uma vez que a maioria de nossos projetos tem um preço. Sendo assim, se você busca ideias de “como aumentar sua renda”, confira este conteúdo.

Muitos acreditam que conseguir uma renda extra é difícil. Contudo, com esforço e planejamento, você pode incrementar o orçamento do mês, seja eliminando desperdícios, seja reajustando suas despesas ou aumentando sua receita com uma atividade extra.

Para ajudá-lo, o Sua Saúde Financeira preparou um conteúdo completo com as melhores dicas de ‘como ter renda extra’. Fique atento às informações e tenha uma vida financeira saudável.

Consumo consciente

O consumo consciente é uma excelente prática para você, que está se perguntando: “como aumentar minha renda e ter um dinheiro extra no final do mês?”. Afinal, é comum comprarmos coisas desnecessárias e que não são utilizadas. Assim, direcionar melhor essa verba pode representar um aumento de renda.

Portanto, antes de comprar algo, analise se aquilo é realmente necessário. Muitas vezes, comprar por impulso pode prejudicar seu orçamento ao longo do mês. Hábitos financeiros saudáveis fazem toda a diferença em nossa qualidade de vida e bem-estar. Confira O que é um consumo consciente e como podemos aplicá-lo na rotina?.

Economizar 

Se você está se perguntando “como aumentar minha renda”, uma forma eficiente é economizar. Parece uma tarefa chata, mas, com pequenas mudanças de hábitos, a economia gerada ao final dos meses pode ser revertida como um dinheiro extra. O que deixamos de gastar representa um espaço a mais no orçamento.

Existe muito desperdício no orçamento dos brasileiros e é preciso identificá-los.  Fazer pequenas economias no dia a dia como apagar as luzes ao sair dos ambientes e diminuir o tempo do banho podem ajudar.

Investir

A diferença economizada nos gastos do mês pode se tornar um investimento recorrente. Afinal, dinheiro parado não rende. Sendo assim, ao investir, você faz o dinheiro “trabalhar por você”. Por isso, o investimento acaba sendo uma forma ágil de aumentar seu patrimônio financeiro ao longo do tempo.

Há diversas categorias de investimentos e o primeiro passo para começar a investir é planejar seu orçamento e verificar a sua capacidade de poupança. É muito importante não investir somente o que sobra do seu salário: é preciso planejar o investimento como se fosse um compromisso todos os meses. O recomendado é investir pelo menos 10% da renda. 

Conforme você evoluir na gestão do orçamento, poderá aumentar o valor do investimento, passando-o para 15% ou 20% dos seus ganhos mensais. Além disso, você deve escolher o investimento mais adequado para cada objetivo (curto, médio ou longo prazo) e de acordo com seu perfil de investidor. 

Investimentos a curto prazo

Umas das dicas de investimento para objetivos de curto prazo é buscar modalidades de baixo risco e alta liquidez. Aqui, o CDI pode ser seu grande aliado. Mas lembre-se o CDI é um indicador, e não o investimento. Então procure por CDBs, RDCs ou Fundos de Renda Fixa Referenciados ao CDI são alguns exemplos. 

O Tesouro Direto também é uma opção, nesta modalidade você estará emprestando seu dinheiro ao Governo, o que traz um menor risco ao investidor. Afinal, essa aplicação rende mais do que a poupança, pode ser resgatada em um curto período e permite aplicações de valores baixos.

Já as Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito Agrícola (LCA) são títulos emitidos por instituições financeiras para estimular estes dois setores. Eles são tipos de investimentos de renda fixa isentos de IR para a pessoa física. Porém, eles podem possuir condições específicas de resgate e valores mínimos de aplicação. 

Investimentos a longo prazo

Os investimentos a longo prazo são excelentes opções para quem não precisa de liquidez imediata. Há diversas opções de investimento a longo prazo, como ações, títulos públicos atrelados à inflação, previdência privada e fundos multimercados, por exemplo. Logo, é preciso verificar a compatibilidade com o seu perfil.

Gerar renda extra

Há diversas oportunidades para você aumentar sua renda que podem passar despercebidas. Por isso, uma dica é explorar as possibilidades. Que tal se aventurar em outro trabalho ou área, por exemplo? Se você gosta de cozinhar, uma ideia é vender doces, salgados ou o que preferir. Gradualmente, os lucros irão aumentar, assim como sua renda mensal. 

Confira outras informações

Agora que a pergunta “como aumentar minha renda?” foi respondida, que tal conferir as outras publicações do Sua Saúde Financeira? Aqui, você encontra várias dicas de como economizar e ampliar a sua reserva financeira. Aproveite e confira nossos materiais gratuitos de educação financeira

Tem interesse em algum outro conteúdo mas não achou?

Envie uma sugestão

Sugestão de conteúdo

    X